Casa Fluminense lança Edital Agenda Rio 2030 no Seminário Metrópole Transcultural

Categorias
Texto por
Larissa Amorim
Data
24 de abril de 2019


A mostra “Metrópole Transcultural – Retratos das Periferias do Rio de Janeiro” em exibição no Galpão Bela Maré será encerrada no próximo sábado (27/04), a partir das 14h, com o seminário sobre juventude, política, cultura, resistências e potências. O encontro reunirá 15 realizadores de múltiplas linguagens artísticas para um debate sobre política cultural no Rio metropolitano e compartilhamento de trajetórias inspiradoras. O seminário é fruto da articulação do Observatório de Favelas, da Casa Fluminense e da Rede Globo.

Na ocasião será lançado o Edital Agenda Rio 2030, do Fundo Casa Fluminense, destinado a apoiar coletivos, movimentos e organização da sociedade civil com atuação na Região Metropolitana do Rio de Janeiro e engajados na construção de um Rio de Janeiro mais igual, democrático e sustentável. O Fundo Casa Fluminense foi criado para fortalecer a participação social e apoiar iniciativas de formação, mobilização e monitoramento de políticas públicas alinhadas com a Agenda Rio 2030. Neste edital serão selecionados 10 projetos que receberão um aporte de 4 mil reais cada, com apoio da Open Society Foundation e da Fundação Ford. As inscrições vão até o dia 24 de maio. Conheça o edital e inscreva-se aqui!

O  Seminário Metrópole Transcultural – Retratos das Periferias do Rio de Janeiro é uma oportunidade ímpar de conectar territórios periféricos e seus realizadores, pessoas, coletivos e ações que mobilizam agendas políticas e sociais a partir da arte.

“Estamos muito felizes com a possibilidade de realizar esse seminário com a parceria da Rede Globo e da Casa Fluminense. Será um espaço importante para reunirmos artistas e realizadores culturais, além das artes visuais. Fizemos uma curadoria cuidadosa, tentando pautar as mais diversas linguagens, teatro, música, literatura, cinema etc, e territórios. Cada realizador terá 8 minutos para dizer de onde vem, o que faz e como faz. Será, portanto um espaço de troca, de afeto e favorável para estabelecimento de parcerias e redes. Convidamos empresas, órgãos públicos, universidades e fundações para estarem na plateia.”, afirma Isabela Souza, diretora responsável pelo eixo arte e território do Observatório de Favelas.

O encontro é resultado do esforço coletivo em torno da mobilização de uma agenda que reúna realizadores culturais da metrópole fluminense, organizações e atores|atrizes públicos e privados com fins de promover diálogos que possam potencializar ações em curso e inspirar, a partir das trajetórias de muitas pessoas que insistem em criar, mesmo diante de condições tão adversas.

“Cerca de 75% da população do estado do Rio de Janeiro vive na região metropolitana e, todos os dias, 2 milhões de pessoas se deslocam do seus municípios onde moram para acessar oportunidades na capital. Uma metrópole desigual e contraditória, marcada historicamente pela concentração de oportunidades nas áreas centrais privilegiadas da capital, mas que tem em sua diversidade cultural um caminho para participação social, engajamento popular e defesa de direitos. Da Baixada Fluminense ao Leste, seja na zona norte ou zona oeste, fazedores culturais estão disputando um Rio mais inclusivo, democrático e integrado”, explica Henrique Silveira, coordenador executivo da Casa Fluminense.

Confira a programação e confirme sua presença no evento! Te esperamos lá!

14h | Qual a política cultural que o Rio metropolitano precisa?

Convidadas/os: André Dias – Projetos Especiais TV Globo; Pâmela Carvalho – produtora e gestora cultural/Redes de Desenvolvimento da Maré; Écio Salles – produtor, escritor/Flupp; Beto Gaspari – ex-gestor, músico e ator/Rede Baixada Em Cena; Thamyra Thamara – jornalista, idealizadora da Casa Brota e GatoMídia/Alemão

15h30 | Exibição do curta Perpétuo, de Lorran Dias

16h | Painel de Inspirações: de onde venho, o que faço, como faço?

Convidadas/os: Juliana França (Grupo Código – Japeri), Isabella Tavares (Cineclube Xuxu com X – Nova Iguaçu), Elaine Rosa (Feira Crespa – Pavuna); Rafaela Pina (Cool Hunter Favela – Realengo), Marcos Moura (Coletivo Ponte Cultural – São Gonçalo); Jessé Andarilho (Marginow – Antares); Luciano Guimarães (Animação Original – Jacarepaguá); MC Martina (Alemão); Osmar Paulino (Faim – Duque de Caxias); Thaisa Machado – Afrofunk (Centro) e Lorran Dias (Maré – Anarca Filmes)

18h | Lançamento do Edital Agenda Rio 2030, do Fundo Casa Fluminense

18h30 | FESTA com Dj Quitta, Pocket show da Canto Cego e Dj Rajão

23h | Encerramento

SERVIÇO

Seminário “Metrópole Transcultural – Retratos das periferias”

Data: 27 de abril de 2019 (sábado)

Horário: 14h

Local: Galpão Bela Maré

Endereço: Rua Bittencourt Sampaio, 169, Maré (Entre as passarelas 9 e 10 da Avenida Brasil)

Entrada: Gratuita

Agenda Rio

Conheça o projeto

Outras Notícias

Donec lectus id, venenatis consequat. pulvinar