Curso de formação de conselheiros fomenta a participação social e a democratização da gestão pública na Baixada

Categorias
Sem categoria
Texto por
Guilherme Karakida
Data
18 de setembro de 2015

Democratizar a gestão pública na Baixada Fluminense e fomentar a participação. Essa é a missão e a proposta do curso de formação de conselheiros da Baixada Fluminense, atividade que integra o Programa Universidade e Participação Social do Proext-Mec (Programa de Extensão Universitária do Ministério da Educação). A iniciativa é do Instituto Multidisciplinar da UFRRJ de Nova Iguaçu.

Para Cláudia de Paula, assessora de projetos do Instituto Multidisciplinar da UFRRJ de Nova Iguaçu, a demanda é antiga. “Essa formação é um pedido frequente da sociedade civil. Diante da oportunidade do edital do Proext, inscrevemos o projeto e fomos premiados com primeiro lugar e pontuação máxima”, diz.

O Proext-Mec é o maior programa interministerial do governo. Por meio do Ministério da Educação, as instituições de ensino recebem recursos para executar ações de extensão universitária. “É um dos papeis da universidade oferecer formação para representantes da sociedade civil, sobretudo no campo da extensão, e promover um diálogo em prol do desenvolvimento da Baixada”, comenta Cláudia.

Primeiro dia do curso em Nova Iguaçu (Fotos: Divulgação)

Primeiro dia do curso em Nova Iguaçu (Fotos: Divulgação)

A abertura do curso reuniu cerca de 250 pessoas no dia 9 de setembro. O ex-ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência e atual presidente do Conselho Nacional do Sesi, Gilberto Carvalho, Arthur Mefias (jornalista e ex–prefeito de Mesquita) e Aécio de Oliveira (Coordenador regional da Fase) debateram “Política Pública e Participação Social”.

O Instituto Multidisciplinar da UFRRJ de Nova Iguaçu recebeu o valor de 280 mil reais com o edital. Além do curso, a verba servirá para produção de materiais didáticos e publicação de livros sobre a experiência, pagamento de 12 bolsistas e compra de equipamentos novos para o instituto.

Ao todo, o programa tem carga horária de 180 horas, com 60 vagas preenchidas, priorizando conselheiros municipais, gestores públicos e representantes de instituições da sociedade civil. Os encontros acontecem até dia 4 de dezembro, sempre às sextas-feiras, das 8h às 17h, na sala 309 do Instituto Multidisciplinar.

Curso de formação de conselheiros fomenta a participação na Baixada

Categorias
Texto por
Comunicação Casa
Data

Democratizar a gestão pública na Baixada Fluminense e fomentar a participação. Essa é a missão e a proposta do curso de formação de conselheiros da Baixada Fluminense, atividade que integra o Programa Universidade e Participação Social do Proext-Mec (Programa de Extensão Universitária do Ministério da Educação). A iniciativa é do Instituto Multidisciplinar da UFRRJ de Nova Iguaçu.

Para Cláudia de Paula, assessora de projetos do Instituto Multidisciplinar da UFRRJ de Nova Iguaçu, a demanda é antiga. “Essa formação é um pedido frequente da sociedade civil. Diante da oportunidade do edital do Proext, inscrevemos o projeto e fomos premiados com primeiro lugar e pontuação máxima”, diz.

O Proext-Mec é o maior programa interministerial do governo. Por meio do Ministério da Educação, as instituições de ensino recebem recursos para executar ações de extensão universitária. “É um dos papeis da universidade oferecer formação para representantes da sociedade civil, sobretudo no campo da extensão, e promover um diálogo em prol do desenvolvimento da Baixada”, comenta Cláudia.

Primeiro dia do curso em Nova Iguaçu (Foto: Divulgação)

Primeiro dia do curso em Nova Iguaçu (Foto: Divulgação)

A abertura do curso reuniu cerca de 250 pessoas no dia 9 de setembro. O ex-ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência e atual presidente do Conselho Nacional do Sesi, Gilberto Carvalho, Arthur Mefias (jornalista e ex–prefeito de Mesquita) e Aécio de Oliveira (Coordenador regional da Fase) debateram “Política Pública e Participação Social”.

O Instituto Multidisciplinar da UFRRJ de Nova Iguaçu recebeu o valor de 280 mil reais com o edital. Além do curso, a verba servirá para produção de materiais didáticos e publicação de livros sobre a experiência, pagamento de 12 bolsistas e compra de equipamentos novos para o instituto.

Ao todo, o programa tem carga horária de 180 horas, com 60 vagas preenchidas, priorizando conselheiros municipais, gestores públicos e representantes de instituições da sociedade civil. Os encontros acontecem até dia 4 de dezembro, sempre às sextas-feiras, das 8h às 17h, na sala 309 do Instituto Multidisciplinar.

Outras Notícias

Download - Mapa da desigualdade

* campos obrigatórios
ultricies dapibus in Donec porta. id, commodo dolor Lorem