Curso de Políticas Públicas

A realização do Curso de Políticas Públicas se insere num contexto em que hoje contamos com tímidos canais de diálogo e colaboração entre governos e sociedade civil, acesso limitado aos processos decisórios e de execução de investimentos públicos, além de uma crescente perda de credibilidade da representação política e dos agentes eleitos. No caso específico da população fluminense, mais uma vez, isso é tão mais verdadeiro quando mais distante das áreas centrais da capital, embora se aplique para todo o conjunto do estado.

Realizado anualmente, o curso busca gerar capacidades em atores diversos da sociedade civil para a participação aprofundada na formulação, debate e monitoramento de políticas públicas na Região Metropolitana do Rio. Neste sentido, é aberto a lideranças, ativistas e integrantes de organizações atuantes em todos os pontos da metrópole, buscando também o máximo de diversidade de perfis na composição do grupo de participantes.

Espera-se também que o ambiente do curso possa constituir uma oportunidade de interação, troca de experiências e ideias entre os participantes, reforçando a articulação e cultura de colaboração e compartilhamento de saberes diversos entre diferentes agentes da metrópole do Rio. A iniciativa busca ampliar as atividades da Casa no fortalecimento e na troca de conhecimentos dentro e fora da sua atual rede de associados e parceiros institucionais.

Duração

14/06/2018 a 06/09/2018

Data e Horário

Quintas-feiras, de 14h às 17h

Local

Instituto Cultural Rose Marie Muraro Endereço: Rua Hermenegildo de Barros, nº 44, Glória, Rio de Janeiro

Instituto Rose Muraro

Número de vagas

25

Carga Horária

80 horas de aulas regulares, conferências e visita técnica. É necessária presença em 75% das aulas para garantir o certificado.

Curso Gratuito

Com ajuda de custo para transporte

Temas do curso

Inscrições para III Curso de Políticas Públicas

Nesta edição, o período de inscrições vai do dia 14 a 24 de maio e os resultados serão divulgados aqui no dia 5 de junho. O principal critério de seleção é a diversidade do grupo de alunos, tanto em termos de atuação e experiência no campo das políticas públicas, como pela motivação. Características pessoais como gênero, faixa etária e local de moradia são considerados para garantir a composição de uma turma heterogênea, com participantes do maior número possível de municípios da metrópole fluminense.

Inscreva-se
felis Aenean massa efficitur. Phasellus libero. leo dolor elit. Sed id in