Festival Caleidoscópio

O Festival Caleidoscópio surgiu em 2015 como um grito contra a violência que assola a Baixada Fluminense e cujas principais vítimas são os jovens negros. A quinta edição do Festival Caleidoscópio ocupou durante 12 horas a Praça de Morro Agudo em Nova Iguaçu com música, arte e ativismo, reunindo expressões artísticas variadas. O tema central do Festival foi a qualidade de vida dos moradores da Baixada, levantando a discussão sobre a prática esportiva, a mobilidade urbana e a depredação de equipamentos culturais e esportivos na região. Mais de 100 artistas e 50 voluntários participaram da iniciativa, que ofereceu dezenas de atividades simultaneamente, como uma feira criativa, painel de grafite, biblioteca coletiva, sarau de poesias, gastronomia das ruas, apresentações de DJs, batalhas de MCs e shows de rap com os grupos Antiéticos e Conexão Popular, de São Paulo. A ocupação da praça com arte e cultura é um ato de valorização do espaço público e da juventude negra e promove a convivência cidadã.

Saiba mais