Encontro na Câmara de Vereadores vai debater próximo Plano Estratégico do Rio com o legislativo

Categorias
Texto por
Comunicação Casa
Data
21 de Março de 2017

Todos os vereadores da Casa foram convidados ao evento, organizado por um conjunto amplo de atores da sociedade civil  

E se a população tivesse uma forma fácil e eficiente de acompanhar e fiscalizar as ações do prefeito? Esse instrumento já existe: é o Programa de Metas, um conjunto de compromissos que cada prefeito estabelece no início de sua gestão para os 4 anos de seu mandato. No Rio de Janeiro, trata-se de uma obrigação prevista na Lei Orgânica Municipal que recebe o nome de Plano Estratégico. O mandato de Marcelo Crivella tem até dia 29 de junho para apresentar o Plano de sua gestão, detalhando metas quantitativas setoriais a serem alcançadas até 2020.

Na próxima segunda-feira (27/3), às 18h30, um conjunto de organizações da sociedade civil promove encontro na Câmara de Vereadores da cidade, buscando ampliar o debate público sobre o Plano. O evento é suprapartidário e todos os vereadores foram convidados.

As metas estabelecidas no Plano vão vincular o PPA e a LDO tendo, portanto, prioridade na alocação de recursos. O documento deverá detalhar ainda quais indicadores serão utilizados para aferir o cumprimento das metas. A prefeitura tem a obrigação de publicar semestralmente um balanço dos resultados.

O Plano Estratégico é um instrumento fundamental para garantir maior eficácia administrativa na gestão pública e imprimir uma cultura de monitoramento e fiscalização do executivo. No Brasil, outras 48 cidades aprovaram leis que tornam obrigatória a gestão por metas. A experiência pioneira é de São Paulo, que desde 2008 conta com a legislação aprovada. Na gestão 2013-2016, o Programa ganhou notoriedade após o lançamento da plataforma Planeja Sampa, que facilitou o acompanhamento das metas por parte da imprensa e da sociedade civil, ao publicar continuamente o andamento quantitativo, qualitativo e territorializado, segundo as subdivisões administrativas da cidade.

No Rio, a elaboração do Plano Estratégico tornou-se obrigatória a partir de 2011, mas já em 2009 foi lançado o primeiro documento oficial de metas de gestão, experiência repetida no ciclo eleitoral seguinte. O evento na Câmara de Vereadores pretende ampliar o debate sobre a construção do Plano, convocando executivo, legislativo e sociedade civil à construção compartilhada das metas da cidade do Rio até 2020.

Quer saber mais sobre a gestão por metas no Brasil e no Rio? Confira o vídeo!

Outras Notícias