Fórum Rio em São Gonçalo lança Agenda Rio 2030 e plataforma Rio Por Inteiro

Categorias
Texto por
Aline Souza
Data
24 de junho de 2018

 

São Gonçalo recebeu no dia 23 de junho o 11º Fórum Rio, evento realizado pela Casa Fluminense com a participação de organizações da sociedade civil, movimentos sociais, gestores públicos e cidadãos para debater políticas públicas na Região Metropolitana do Rio. O destaque dessa edição foi para o lançamento da plataforma Rio Por Inteiro, ambiente que já reúne propostas de políticas públicas, organizações da sociedade civil, cidadãos e candidatos que vão debater soluções para o Rio nas próximas eleições. O objetivo é ampliar a participação social no processo eleitoral do Rio, construir compromissos com as candidaturas e incentivar o monitoramento cidadão das políticas públicas.

Na ocasião foi lançada também a Agenda Rio 2030 (versão 2018), publicação da Casa Fluminense que propõe uma visão de longo prazo para a metrópole, alinhada às diretrizes da ONU e aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). A programação do Fórum Rio contará com oito grupos de discussão para troca de experiências sobre mobilização social e monitoramento de políticas entre movimentos, coletivos e organizações, norteadas pelos eixos da nova Agenda Rio que, em linhas gerais, são:

Acesse aqui a cobertura das rodas de debate com base nos 8 eixos temáticos da Agenda Rio 2030.

Para Henrique Silveira, Coordenador Executivo da Casa Fluminense, “o nosso grande desafio é fomentar articulações na sociedade civil metropolitana para a construção, a defesa e o monitoramento da Agenda Rio, um documento com propostas de políticas públicas para reduzir desigualdades no Rio”, explica. De acordo com ele, o Rio Por Inteiro é uma mobilização suprapartidária da sociedade civil que busca aumentar a participação das pessoas no processo eleitoral, cultivar a transparência e o controle social sobre a gestão pública, além de construir confiança e modos horizontais de atuação política. “Vamos apresentar propostas da sociedade civil para reduzir a violência, gerar mais empregos e melhorar a mobilidade urbana, e depois buscaremos o compromisso dos candidatos e candidatas com essas políticas”, explica.

Após o lançamento da plataforma, estão previstas sete semanas de mobilização nos territórios com algumas atividades já realizadas como o Aulão no pré-vestibular Bom Pastor (confira vídeo), em Belford Roxo, no dia 30 de junho e em breve a caminhada Anda Queimados, no centro do município, dia 14 de julho.

 

Para ver o vídeo clique aqui

 

 

 

A plataforma – eleições para além do voto!

Baseada em uma tecnologia ainda inédita no Brasil, fruto da parceria entre a Casa Fluminense e Fundação Cidadania Inteligente, a Rio Por Inteiro segue uma metodologia já utilizada nas eleições presidenciais do Chile em 2017, a Vota Inteligente (https://votainteligente.cl/). Nela qualquer pessoa, grupo, coletivo ou organização da sociedade civil pode publicar uma proposta e receber apoios do público cidadão e dos candidatos às eleições. Dessa forma há uma priorização das propostas pelos cidadãos, que poderão apoiar aquelas com as quais mais se identificam.

É possível também para os candidatos criar perfis dentro do ambiente digital, o que permite que eles se comprometam com as propostas publicadas pela cidadania e incluam em seus programas de governo para que, caso eleita/o, coloque-as em prática.

O indeal é que o cadastro de propostas aconteça até o dia 15 de agosto, durante o calendário de mobilizações e atividades nos territórios. A partir do dia 16 de agosto, início oficial da campanha eleitoral, os candidatos poderão se cadastrar na plataforma. A partir daí ocorre o que chamamos de Tinder da Política, um match entre eleitor e candidaturas a partir dos temas de interesse e propostas apoiadas na plataforma.

Desse modo, as pessoas podem saber com qual candidatura (s) possuem mais compatibilidade. Com o início da campanha eleitoral, no dia 16 de agosto, candidatos e candidatas ao legislativo (federal e estadual) e ao executivo estadual acessam a plataforma e assumem compromisso com as propostas. O match acontece quando as respostas são comparadas com os programas governamentais dos candidatos, além dos compromissos assumidos com as propostas cidadãs na Rio Por Inteiro.

Para Ana Carolina Lourenço, Coordenadora Executiva da FCI, “a metodologia do encontro propicia que a sociedade participe do processo eleitoral por meio da criação de propostas em um espaço de convivência e diálogo”, afirma. Além disso, a plataforma Rio Por Inteiro apresenta um kit de mobilização e manuais que facilitam o usuário trabalhar em conjunto e atuar de forma participativa na elaboração das propostas. Também há infográficos que explicam o processo eleitoral e as competências de cada cargo eletivo disputado no ano de 2018, facilitando o entendimento das pessoas e qualificando a informação acerca da formulação de propostas e votos.

 

O Fórum

O Fórum Rio é o grande encontro da Casa Fluminense com sua rede de associados e parceiros na Região Metropolitana do Rio (RMRJ), onde diálogos e trocas democráticas possibilitam um olhar mais próximo da população para os seus 21 municípios e as demandas sociais que emanam do contexto de desigualdade em que se encontram. O evento acontece duas vezes ao ano e sempre é realizado em um território diferente da metrópole.

A 11ª edição ocorreu na UERJ de São Gonçalo, segundo maior colégio eleitoral do estado e é também o segundo mais populoso. No momento em que a educação no Brasil sofre diversos ataques, voltamos nossa atenção para a Faculdade de Formação de Professores da UERJ, esta que é uma importante instituição de ensino superior do Rio de Janeiro, segue resistindo ao desmonte de suas funcionalidades. #UERJResiste

 

 

Rio Por Inteiro – conheça quem apoia esse movimento

Entre as organizações que assinam o Rio Por Inteiro estão: Agencia de Redes para a Juventude, Atados, Ação da Cidadania, Apadrinhe Um Sorriso, TETO, Fórum Permanente da Agenda 21 – São Gonçalo, Fórum Grita Baixada, Fórum de Transparência e Controle Social de Niterói, Fórum Estadual de Economia Solidária (FCP), Fundação Cidadania Inteligente, Redes da Maré, Santa Cruz Universitário, União Gonçalense de Ciclistas- UGC, Observatório Social de Niterói, Observatório Social do Rio, ISER – Instituto Social Ensino Religioso, Instituto Baía de Guanabara (IBG), CIEDS, Portal de Queimados, Rede Funk Social, Pedala Queimados, CEPIA, Humana Sustentável.

#RioPorInteiro #MaisOportunidadesMenosDesigualdades

 

Acesse também: Rio Por Inteiro debaterá caminhos para a metrópole do Rio

Confira aqui vídeo de transmissão da Plenária Final

11º Fórum Rio

Conheça o projeto

Outras Notícias

quis, sed consectetur ut tristique Praesent ut porta. quis fringilla venenatis Lorem